Open/Close Menu Hipnose e Hipnoterapia em Criciúma, Içara, Araranguá, Urussanga e região

Antes de iniciar uma terapia através da hipnose, muita gente gosta de pesquisar sobre o assunto para se esclarecer sobre o assunto. Mesmo que na primeira sessão todo hipnoterapeuta explique a hipnose e tire todas as dúvidas, resolvemos juntar as dúvidas mais frequentes que ouvimos na clínica, para auxiliar você que está em dúvida.

Afinal, o que é hipnose? É místico?

Não há nada de “místico” ou “sobrenatural” na hipnose. Ela também não está ligada a nenhuma religião, credo ou culto. A hipnose é uma ferramenta científica, comprovada por estudos.
A hipnose é um estado natural do corpo humano. Assim como dormir, a hipnose é algo natural que ocorre todos os dias com todo mundo. Estima-se que o ser humano passe cerca de 90% do tempo acordado em transe/hipnose. Isso porque a hipnose, nada mais é, do que quando você foca completamente em alguma coisa e seu corpo faz automaticamente outra. Já ouviu a expressão “fiz isso no automático”? É exatamente isso.

Quando é que eu fico hipnotizado naturalmente?

Já aconteceu de você assistir um filme ou uma novela e sentir pena/medo/graça de algum personagem? Já aconteceu de você estar tão focado na TV/Computador que não ouviu outra pessoa chamando você várias e várias vezes? Já dirigiu um carro e ao conversar/ouvir música, perceber que já está quase chegando – ou não ter certeza se passou na velocidade certa no redutor de velocidade? Tudo isso é o seu piloto automático, o seu transe. Até quando você anda na rua olhando no celular, você está acessando naturalmente esse estado.

Mas hipnose é só isso mesmo?

Sim. E não. O transe é um presente que nosso corpo nos dá. Se você tivesse que prestar atenção em tudo ao mesmo tempo, apenas o fato de caminhar e ouvir música seria um grande trabalho para ser executado ao mesmo tempo. Porém, esses transes comuns que temos no dia-a-dia é o que chamamos de transe leve. Serve para gerenciar seu tempo e sua atenção. Com a hipnose clínica, é feito um trabalho de aprofundamento. Você passa de um transe leve para um transe profundo e sonambulico.

Ser hipnotizado é igual a dormir?

Não. Ao dormir, você relaxa o corpo, a mente e também desliga os 5 sentidos. Quando está dormindo, você se desliga do mundo. Diferente da hipnose, onde você relaxa o corpo e a mente, porém, continua ouvindo e sentindo tudo que está a sua volta. Algumas vezes o hipnotizado abre os olhos (ainda em transe) e pode observar tudo, sentir e até provar comidas.

A hipnose é uma briga de mentes?

De maneira alguma. O hipnoterapeuta não “invade”, “briga” ou “domina” a sua mente em nenhum momento. Na verdade, é você que se auto-hipnotiza, o hipnoterapeuta apenas lhe auxilia no caminho. Imagine que você está a caminho de ser hipnotizada e o hipnólogo é o seu GPS. Ele auxilia na jornada, mas não pode faze-la por você.

Qualquer um pode ser hipnotizado?

Sim. Todos podem ser hipnotizados, desde que falem a mesma língua que o hipnotista ou não tenha algum problema ou deficiência mental na qual não possa seguir os protocolos solicitados pelo hipnólogo. Alguns profissionais podem também não trabalhar com pessoas com certos problemas de saúde, como problemas cardíacos, epilepsia, gestantes entre outros. Não que eles tenham problemas para entrar em transe, mas durante a hipnose são vivenciadas grandes emoções, que pode dar alguma crise em grupos de risco.

Posso ser hipnotizado e nunca mais voltar?

Não, isso é impossível de se acontecer. Como citei antes, a hipnose é algo natural do corpo. Mesmo em transe extremamente profundo, é impossível ficar “preso” nele. Digamos que o hipnólogo deixe você em um transe bem profundo em sua casa e vá embora. Existem duas hipóteses: Após seu cérebro se satisfazer do transe, ele vai retornar você ao seu estado de consciência normal após um tempo ou você estará tão relaxado que entrará em um sono fisiológico e você irá acordar após um tempo.

Tem como regressar idade?

Sim. Todas as lembranças da sua vida, estão armazenadas na sua cabeça (mesmo que você não tenha acesso a elas). Ao ser hipnotizado, seu acesso aos memórias é ampliado e você consegue reviver essas memórias. Note que não digo “relembrar” mas sim “reviver”. Através da hipnose, mentalmente você retorna a idade que algo aconteceu e consegue reviver com a mesma riqueza de detalhes e emoções aquela cena. É através da regressão de idade que quase todos os problemas de transtorno são resolvidos, pois uma memória traumática é ressignificada e passa a não ser mais uma memória negativa, apenas uma memória. E também não há nenhum risco de ficar “preso” nessa idade. Como citado no tópico anterior, após um período sua mente volta ao estado normal.

Tem como reviver vidas passadas?

Cientificamente falando, não. Longe de mim debater a existência de vidas passadas ou não. A ideia mais aceita pela ciência, é que ao ser hipnotizado e “voltar a vidas passadas” o sujeito na verdade está criando novas memórias falsas, afim de criar essa nova vida. Porém, não é pelo fato de não voltar a vidas passadas de verdade, que não se possa utilizar esse método para tratar problemas atuais de alguém.

Porque a hipnose funciona tão bem?

Segundo alguns autores, o cérebro humano é “dividido” em 3 partes: O inconsciente involuntário (que gerencia sua respiração, seus batimentos cardíacos e tudo mais que você não controla), o consciente (Onde você pensa, é racional e toma decisões) e o inconsciente, que é onde ficam todas as suas emoções, memórias traumas e etc. O inconsciente não pode ser acessado ou reescrito a vontade da pessoa. Porém, através da hipnose é possível acessar o subconsciente.

Ao acessar o subconsciente, o hipnólogo é capaz de fazer você ressignificar traumas (deixando a memória do ocorrido, mas tirando seu sentimento ruim e traumático) fazendo com que TOC, Depressão, Síndromes e tudo mais que você tem hoje devido a esse trauma, deixe de existir, pois o trauma foi removido. Além disso, é possível reescrever comportamentos, alterar hábitos, mudar temperamentos e autoestima.

O hipnólogo pode me forçar a fazer ou dizer algo que eu não queira?

Não. Como citado anteriormente, você fica acordado o tempo inteiro, ouvindo e reagindo a tudo que o hipnólogo fala. Além do mais, todas as sugestões que o hipnólogo der, só será aceita por você, se você achar que isso não afeta a sua moral ou suas crenças. Todas as sugestões que seu cérebro receber e notar que pode ser uma ameaça para você, são rejeitadas não executadas. Por exemplo, se o hipnólogo solicitar para você “pular do 8º andar”, “ficar nú” ou “passar a senha do banco”, por mais profundo que você esteja no transe, você saberá que é errado e não executará essa sugestão. Hipnose é extremamente segura.

O que eu posso tratar com a hipnose?

Todas as doenças que tem como origem a mente, podem ser tratadas através da hipnose. O problema é o grande preconceito que doenças da mente tem. Muitas vezes, as pessoas dizem “isso é problema na sua cabeça” como se quisessem falar que “esse problema é frescura”. Na verdade, o problema é sim na sua cabeça, o que não deixa de ser uma doença real. E o lado bom, é que doenças na mente são completamente tratáveis e você pode se livrar delas de maneira muito rápida e eficaz.

Segue lista de algumas doenças que podem ser tratadas:

  • Depressão
  • Ansiedade
  • Síndrome do Pânico
  • Agorafobia
  • TOC (transtorno obsessivo compulsivo)
  • Insônia
  • Stress
  • Introversão

Uma coisa que gostamos de dizer para exemplificar é: Se não é físico e você não nasceu com isso, é tratável com hipnose.

Tenho como tratar coisas físicas com hipnose?

Para problemas físicos, a hipnose serve como um auxilio. Por exemplo, para emagrecimento é possível utilizar a hipnose para alterar hábitos alimentares, redefinir rotinas, reduzir a ansiedade e a compulsão por comida e até mesmo o que chamamos de “cirurgia bariátrica hipnótica” onde reduzimos (na mente e na percepção do sujeito) o tamanho do seu estômago, fazendo ele consumir menos alimentos.

Há relatos também de hipnose para auxiliar no câncer. Obviamente é impossível remover/curar um câncer através da hipnose, mas ela pode auxiliar o sistema imunológico a ser mais forte, tolerar melhor as sessões de quimioterapia e também auxiliar o organismo a aceitar e reagir melhor ao tratamento.

Posso me livrar de dores com a hipnose?

Como citado, isso vai depender a origem da sua dor. É possível sim, remover toda e qualquer dor. Porém, em casos de dores com causas físicas (uma perna quebrada ou hérnia de disco por exemplo) a dor é apenas um sintoma. Ele é removido mas o problema que o causa ainda está lá. Nesses casos, a dor volta a aparecer após um período. Esse tempo varia de pessoa para pessoa. A dor pode retornar após um dia, uma semana ou ficar meses sem aparecer.

Já dores com causas mentais, como alguns casos de fibromialgia por exemplo, basta que a causa seja tratada para que o sujeito se livre de vez das dores.

 

Tem algum dúvida? Deixe um comentário que o hipnoterapeuta Jheyson Marcilio irá responder e tirar todas as suas dúvidas!

Quer marcar uma sessão? Entre em contato pelo site clicando aqui ou pelo telefone/whatsapp: (48) 9.9906-0699

Todos os direitos reservados Proibida a cópia sem autorização