Open/Close Menu Hipnose e Hipnoterapia em Criciúma, Içara, Araranguá, Urussanga e região

O relato de pessoas que já tiveram ou conhecem alguém que tem a síndrome do pânico é cada vez mais frequente e requer atenção especial já que os primeiros sintomas podem passar desapercebidos.

O fato é que a síndrome do pânico traz muitos prejuízos, não só para quem tem o problema, como todos que vivem a sua volta. Dificilmente alguém conseguirá o tratamento sem ajuda profissional e, na busca pelo tratamento ideal, está a hipnose clínica. Confira meu artigo abaixo sobre o assunto!

O que é e como surge a síndrome do pânico

As causas da síndrome do pânico são diversas. Podem estar atreladas ao estresse, vivências traumáticas e até mesmo a genética. No geral, o transtorno se manifesta em adultos jovens, mas pode ocorrer em qualquer época da vida.

O sintoma mais alarmante é o medo em excessivo de que algo ruim possa acontecer, de ter um ataque do coração, perder o controle ou enlouquecer. Não estou falando de um pensamento corriqueiro, desses que todos nós temos em algum momento da vida, mas o que persiste e impede a normalidade do cotidiano.

Além do medo outros sinais devem ser observados como tremores, dormência e formigamento das extremidades, náuseas, tonturas, dores no peito, dificuldade para engolir ou respirar.

É importante deixar claro que antes de achar que está com síndrome do pânico, por apresentar algum dos sintomas relatados acima, é necessário procurar um médico para realizar exames.

Só depois de descartar qualquer outra possibilidade de doença é que o transtorno passará a ser considerado.

A hipnose clínica pode ajudar no tratamento

Para quem desconhece, a hipnose clínica é uma terapia que utiliza uma técnica na qual o profissional procura acionar e dissociar questões profundas da mente que, desencadeiam os mais variados sentimentos e comportamentos prejudiciais ao físico e ao psíquico.

No caso da síndrome do pânico o método é aplicado de forma progressiva sem a necessidade do uso de medicamentos, além de ser pouco invasivo.

A partir da hipnose clínica é possível encontrar o foco do problema e ressignificar o que chamamos de trauma. Isso significa que a terapia age diretamente no que causou o medo excessivo, que pode ser uma experiência da infância ou qualquer outra situação mais recente.

Existe alguma contraindicação?

A hipnose clínica é um método totalmente seguro no tratamento da síndrome do pânico, pois como já disse, não utiliza medicamentos o que, sempre provoca alguma reação adversa.

É importante salientar que a hipnose não funciona da mesma forma para todo mundo. Alguns são mais suscetíveis a técnica e por isso o tratamento acontece mais rapidamente.

Qualquer pessoa pode se submeter a hipnose clínica, mas é importante uma primeira consulta para avaliar de que forma ela será encarada, ou seja, se será um complemento de um tratamento mais complexo ou a principal medida para tratar o problema.

A síndrome do pânico é um problema que pode afetar qualquer um, em qualquer época da vida. Se caracteriza por uma sensação excessiva de medo despertada por algo que pode vir de uma má experiência na infância ou trauma recente. De qualquer forma a hipnose clínica pode ser a opção de tratamento.

 

FONTE

CategoryHipnoterapia

Todos os direitos reservados Proibida a cópia sem autorização